BIO

Compositor, percussionista, sonoplasta, músico freelancer para teatro e dança, é actualmente membro dos OCO, ATMA  e CACHUPA PSICADÉLICA.

Desde cedo que está ligado a várias expressões artísticas como a música, o teatro e as artes plásticas. Desenvolveu trabalho no campo da percussão, sonoplastia, cenografia, escultura, desenho e vídeo-art.

Nasceu em 1982 e iniciou os seus estudos musicais com o piano em 1997. Dois anos mais tarde integrou o curso de Ofícios do Espectáculo na EPAOE – Chapitô, onde teve formação em sonoplastia com Paulo Curado e Nuno Gelpi. Estudou posteriormente no Ar.Co e na ESAD. São também de salientar as aulas de percussão com Tapan Bhattacharya no Tapan Musical Center e o estudo do ritmo flamenco (seus diferentes palos e acompanhamento para baile) com Xavier Llonch.

Como autodidacta aprofunda o seu estudo em sonoplastia e percussão, desenvolvendo o seu percurso musical na exploração do som de diferentes culturas. Paralelamente faz trabalho de Agenciamento e Produção de Espectáculos.

Destaca-se a sua presença como percussionista em projectos como: ATMA (co-fundador), OCO, Cachupa Psicadélica, Rocky Marsiano & Meu Kamba, Yechidah (co-fundador), El Camino Flamenco, Os Ponkies, Lindu Mona, Trio Latinidade, Olga Sotto, L’ Escargot, Jah Army Corporation, Dublota (co-fundador), The Positronics, Dibengo, Sem Pessoas a Ver & Ninguém a Tocar (co-fundador), Dubusado, Canoa (co-fundador), Delahqui, Strompik Circus, Leewana (co-fundador), Conguitos, Sistema de Rega (co-fundador) e Malikuah (co-fundador).

Actuou como convidado com: Marafona, Melech Mechaya, Nery, Orquestra do Ruído, Mahamudra, Maria Moça, Bob Figurante, Riddim Culture, Selecta Jah Wise & Chullage, Selecta Alice e acompanhou ao vivo os músicos Jahcoustix, Braima Galissá, Jay Moreira, Nicolas Farruggia, Teresa Gabriel, Hugo Claro, Lula’s, Xavier Llonch, Paulo Rosa e João Vitorino

A nível discográfico, além dos álbuns gravados com OCO, ATMA, Os Ponkies e Olga Sotto, já cooperou com DJ Ride, Nery, Holly, Zen Baboon, Sérgio Walgood, Nick Piliouris, Jp Illusion, Bóris Martins Nunes, The Positronics, Hugo Claro, Yechidah e Cachupa Psicadélica.

Na área do Teatro/Animação são de realçar as colaborações com os Artistas Unidos, Chapitô e com o animador circense e clown Rui Ferreira.

Na área da Dança colaborou com a Companhia de Dança de Almada, onde se salienta a participação na peça “Muito Chão”, com coreografia de Benvindo Fonseca e interpretação de Beatriz Rousseau, Bruno Duarte, Daniela Andana, Mariana Romão, Miguel Santos, Nuno Gomes, Luís Malaquias e Joana Puntel. Também actuou em espectáculos com o Grupo de Sevilhanas e Flamenco Soledad, Grupo El Camino Flamenco (Maria José Navarro, Íris Caldeira, Catarina Boavida e Margarida Queiroz) e com as bailarinas Elsa Shams, Carolina Fonseca, Marta Portugal Dias, Joana Veiga, Anokha, Caroline Oulman, Catarina Parrot, Marisa Paulo, Ira Lee, Susana Luís, Emília Rodrigues, Cláudia Santos e Joana Martins.

Realiza desde 2005 actividades pedagógicas com crianças no âmbito da educação pela arte, tendo criado uma Oficina de percussão (“Ao Ritmo da Água“), sonorizado contos para crianças e desempenhado funções de formador socioeducativo nas áreas da música, teatro e expressão plástica.

Dinamizou actividades musicais de Serviço Social com idosos e desenvolveu ainda neste âmbito um projecto de Ensino Especial chamado “Laboratório de Experimentação Sonora”, realizado para a ARIA – Associação de Reabilitação e Integração Ajuda, que pretendia explorar o desenvolvimento das capacidades cognitivas e motoras através da música, corpo, movimento e relaxamento.

Ao vivo os seus sets são compostos por instrumentos como: Cajón, Udu Drum, Frame Drum, Darbuka, Tank Drum, Tambor de Água, Rebolo, Mbira, Kalimba, Bongós, Bendir, Gongo, Pratos, Tarola, Cawbels, Roland Handsonic HPD-10, Taças Tibetanas, Shruti Box, Flauta de Harmónicos, Ocarina, pequenas percussões e objectos diversos.

JORGE MACHADO © ALL RIGHTS RESERVED.